quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

CHALLANGE ACCEPTED

CHALLANGE ACCEPTED



Post rápido apenas para atualizar aos nobres colegas sobre as metas do primeiro semestre de 2017.
Diferente do ano de 2016 ao qual tentei estimar todo período  de uma vez só, dessa vez preferi pautar apenas o primeiro semestre, baseando nos valores da linha de aportes já projetadas no meu fluxo de caixa e juros módicos.
Sem mais delongas, vamos aos números:

META 2017.1 (R$ 67.133,29)



Então desafio aceito! Seguiremos nessa caminhada e em Julho teremos revisão da meta!

“Não vamos colocar meta. Vamos deixar a meta aberta, mas quando atingirmos a meta, vamos dobrar a meta”

Abraço e sucesso a todos ! 



20 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigado IdR, muito sucesso para ti também.

      Excluir
  2. Bacana amigo Rato!

    Tá sumido meu camarada, apareça mais aí na blogosfera hehe.

    Abraço e sucesso com a nova meta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande VDC, estamos juntos mais um ano. Tenho ficado de voyer na blogosfera. Tive um pequeno período de descanso agora início do ano e estou voltando a ativa agora.

      Vou tentar produzir mais conteúdos, mas tive um problema com relação a tempo para criar.

      Obrigado pelas estimas, forte abraço.

      Excluir
  3. Isso ai Rato !!! vê se não some !!!

    ResponderExcluir
  4. Boa sorte Rato!
    Em breve posto minhas metas para esse ano.
    Vamos em frente!
    Te adicionei ao blogroll, se puder fazer o mesmo, agradeço.
    []'s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coloque sim meu caro, sempre bom termos rumos certos.

      Assim que tiver no pc adiciono, abraço.

      Excluir
  5. Grande Ratão! Boa meta! 7.20% de meta parcial é um excelente alvo no semestre.

    Boa sorte e sucesso aí grande Rato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Marujo, os ventos aqui estão soprando devagar. Depois que acabou os dois contratos que tinham me salvado 2016 fiquei meio triste, pois não haveria mais de onde tirar. Por sorte uma pessoa que viu o meu trabalho comentou com outra e outra e consegui arrumar um contrato de prestação de serviços par time, sera dele meu ganha pão e aporte.

      Haja visto o ano passado onde cada mês era uma pirocada de %, a meta de 2017.1 está bem singela. Mas o que importa é seguir sempre em frente.

      Janeiro e fevereiro já adianto que não tem aporte, ao contrário, resolvemos tirar algo para viajar. Nosso presente, não abrimos mão.

      Agora é continuar, firme e forte.

      Forte abraço e muito sucesso.

      Excluir
  6. Fala Rato blza?

    Achei sua meta bastante conservadora, principalmente de Janeiro para Fevereiro, está contando com os gastos extras de inicio de ano? Vou torcer para sua meta ser alcançada com folga!
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande IDE, a meta está fraca mesmo. Estou sem poder de fogo nenhum. Nesses meses de fevereiro não aportarei por conta das férias. Na verdade retirarei certo valor que ainda faltou.

      Como não tenho salário fixo fica muito difícil de prever cenários. Fiz essa primeira simulação com base nos rendimentos de um contrato que fechei. Expectativa de 5 meses de rendimentos, mas sempre estende. :D

      Excluir
  7. É isso ai Rato, vamos nessa!

    Sucesso pra nós na longa jornada

    https://funcionariopublicoinvestidor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu FPI, tomara que 2017 seja tão bom quanto o ano que passou. Forte abraço!

      Excluir
  8. Po ratão, dá para dar uma aumentada nessa meta heim, tu já começou praticamente batendo 2 meses.. hahaha

    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala PJ, até queria mais, contudo sem carteira assinada e vivendo de consultoria é sobrevivência pura. Sem falar que aqui em casa estamos apenas 50% da capacidade produtiva. Não quis expor muito isso, pois acaba deixa do uma brecha no sigilo.
      Esse mes de janeiro e fevereiro terei queda então só começa a aumentar o patrimônio em março.

      Excluir
  9. Apesar dos contratempos que você mencionou do trabalho/contratos etc acho metas conservadoras bem melhores do que metas "intangíveis".
    Assim você consegue alcançar alguma coisa e ficar com a sensação de que está andando para a frente.

    Melhor ter uma meta sólida e ir sempre aportando, devagar e sempre.

    Esses períodos de menos capital disponível são excelentes para reavaliar as despesas e prioridades e dando um gás no sentido de tirar da zona de segurança e "fazer correr atrás".

    Boa sorte e torço para que realize novos contratos, aumentando o poder do aporte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também concordo plenamente.

      A meta foi desenhada com base nos rendimentos que terei nesse curto prazo. Evidente que vivo com esse dinheiro, logo o aporte foi a parcela que estou disposto a investir.

      Quando se tá empregado e temos um bom salário, fica muito mais fácil. Nesse momento de crise, empreender é caixinha de surpresas. Quem sabe eu consiga um Puta job, e os investimentos terão aquela alavancada. Por enquanto é continuar a nadar.

      Excluir