quinta-feira, 15 de setembro de 2016

O FILÉ MIGNON DA VIDA

Desde que o homem pensa para viver, a pergunta sobre a vida boa é a mais importante. Em relação a essa pergunta, todas as outras são secundárias. Você que aprendeu tantas coisas, decorou os afluentes da margem esquerda do Rio São Francisco, a função das organelas citoplasmáticas e que seno quadrado de téta mais cosseno quadrado de téta é igual a um. Talvez você deva admitir que diante da pergunta sobre o que é necessário acontecer na vida para você ser feliz, todas essas informações são secundárias, se não meio ridículas.

                A verdade que a reflexão sobre a vida boa atravessa os séculos e o homem sempre deixa registros na história do pensamento daquilo que sempre considerou o filé mignon da vida, o que de mais importante deve acontecer para que ela seja bem sucedida.

                Lá na mitologia grega, Homero escreveu “A Odisseia” e a odisseia resumidamente é a aventura de Ulisses, que é o herói e a Odisseia é sua aventura.

HOMERO BOLADÃO ESCREVENDO A PEDRA-NOVELA DA ÉPOCA.

                Ulisses era Rei em Ítaca e foi convidado a participar de uma guerra dos gregos contra os troianos. O motivo dessa guerra foi por que o príncipe de Tróia seduziu Helena,  mulher do Rei de Esparta Menelau. Menelau então atravessado pelos ciúmes declara guerra à Tróia e convoca todos os gregos a se juntarem a ele.




Ulisses não queria guerra nenhuma, Rei em Ítaca, vive uma vida boa com sua mulher Penélope, vivia em seu lugar, era adorado por seus súditos, era aplaudido por onde passava, Ulisses não queria de jeito nenhuma ir para guerra. Mas Menelau constrangeu todos os reis gregos, a participarem dessa vingança contra os troianos e Ulisses então é obrigado a ir.

A verdade que a permanência de Ulisses na guerra foi de dez anos e durante esse tempo, os troianos estavam ganhando a guerra, os gregos estavam tomando um pau. Foi então que Ulisses teve a ideai que você conhece a do famoso cavalo de Tróia. Encheu o cavalo de Tróia de soldados e deu de presente para os Troianos. Os Troianos enchendo a cara, comemorando a vitória, os gregos desceram de dentro do cavalo e ganharam a guerra (o cavalo devia ser grande).  
Então assim Ulisses pode voltar para casa, porém durante a guerra, Ulisses fez uma bobagem. Ele furou o olho do ciclope Polifemo, filho de Poseidon Deus dos marés.  E aí...aí não prestou...

Poseidon então enraivecido resolve aborrecer Ulisses, e Ulisses vai levar 10 anos para voltar para casa. Dos dez anos que Ulisses demorou voltar para casa, sete anos foram passados na ilha de Calipso. Deusa grega, Calipso era tida com umas das Deusas mais lindas que existia à época, imagine como quiser, afinal isso é mitologia e nada disso existiu mesmo.  Porém na história Calipso se apaixonou por Ulisses, mas Ulisses queria cair fora e Calipso tinha uma ilha que era quase um resort cinco estrelas, ela tinha ninfas a seus serviços, eram espécies de Paquitas que estavam ali limpando, fazendo churrasquinho, assando a lagosta. Aí você se pergunta, mas que espécie de castigo é esse, com uma mulher dessas, com ninfas, com lagosta... Mas toda noite Ulisses ia para a praia chorar, por que ele queria voltar para Penélope, voltar para Ítaca, pros braços de sua amada, pro seu lugar.

E aí então que Zeus manda que Calipso liberte Ulisses. Zeus era o Deus dos Deuses, Calipso era uma deusa de quinta. Ela tinha que liberar Ulisses então ela tenta uma última cartada, ela vira para Ulisses e diz: “Malandro é o seguinte eu tenho que te liberar, mas se você ficar comigo eu te dou a eternidade.” Isso significava por tanto que Ulisses ia virar Deus, já que Ulisses era mortal, humano igual a nós. E Calipso estava propondo a ele a eternidade e propôs mais ainda, propôs a eternidade e a juventude, vai ser novo a vida toda, forte, saudável... E Ulisses então tinha essa proposta na manga e a resposta que Ulisses dá é a primeira grande resposta da filosofia para a vida boa:

“É PREFERÍVEL UMA VIDA DE MORTAL, UMA VIDA DE HUMANO, VIVIDA NO SEU LUGAR, NO LUGAR CERTO, DO QUE UMA VIDA DE DEUS, VIVIDA NO LUGAR ERRADO. AGRADEÇO SUA PROPOSTA, ULISSES VAI EMBORA.”

Está aí a primeira grande lição do pensamento ocidental. Existe um lugar para você, um jeito certo de você viver, que tem haver com a tua natureza, que tem haver com as tuas especificidades, talentos e dons naturais. Se você estiver no lugar certo a vida tem tudo para ser boa, mas se você estiver no lugar errado, nem Calipso resolverá o seu problema. 


Post Scriptum :

Este texto foi a transcrição de uma palestra do Professor Clóvis de Barros Filho.

22 comentários:

  1. Uma grande parte não está talvez onde queria estar, está por necessidade apenas.

    Mas cabe a cada um se acomodar com isso ou não.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não podemos ser apenas um apanhador de cenouras.

      Excluir
    2. Olá Lm concordo com você. Vejo todo dia essa realidade. Mas tem gente que onde você jogar ela, a pessoa fica. Não sei qual é pior.

      Forte abraço

      Excluir
  2. Muito bom. Gosto muito de historias da mitologia. Excelente leitura.

    Abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu VDC, tô preparando uma do Rei Midas.

      É bom para descontrair e tem sempre um ensinamento por trás.

      Forte abraço.

      Excluir
  3. Gostei do post, sem falar que só de ver a foto do seu perfil já me faz rir kk Att.

    ResponderExcluir
  4. Muito Bom Rat0, me adiciona novamente esse é o meu novo blog! Abraços..

    ResponderExcluir
  5. Genial essa reflexão!

    Obrigado por nos presentar com esse texto. E sucesso nos investimentos!

    ResponderExcluir
  6. É preciso estar no lugar certo e na hora certa. E saber o que fazer com isto, rs.

    ResponderExcluir
  7. Olá Rato,

    Tenho acompanhado suas publicações e estou gostando bastante do nível dos temas que está abordando.

    Parabéns pela riqueza de conteúdo que está compartilhando.

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço pelas palavras, tenho procurado assuntos interessantes para expor e até aliviar a pressão dos dias. Sempre bom viajar um pouco na história e nos mitos.

      Sucesso !

      Excluir
  8. kkkkkk ótima matéria Rato!
    "Corno que é Corno entra pra história". Essa foi sensacional rsrsr
    Mas você tem razão em sua reflexão, nada nesse mundo é melhor do que o nosso lugar e poder fazer aquilo que queremos e estar com quem queremos.
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Cade o credito do Clovis Barros Filho, pois você pegou o discurso da palestra dele https://www.youtube.com/watch?v=WUw71Uiyaqo

    que coisa feia em

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anon 00:39, obrigado pela lembrança. Você parece conhecer bastante a obra do Professor Clóvis. Como você sabe que nessa vida nada se cria tudo se copia, eu estava apenas emulando alguém que admiro. Faço isso muitas vezes, um pouquinho de cada pessoa que eu consigo emular eu já consigo crescer bastante.
      Como você sabe por ser bom conhecedor da obra do Prof. Clóvis, não é preciso que você jante 5 vezes na mesma noite, jante apenas 4, te fará bem.

      Dessa forma não era necessário fazer spam nos comentários do blog, esse último comentário que ficará aqui para todos verem era suficiente.

      Está adicionado o post scriptum. Um forte abraço e uma boa semana.

      Excluir