terça-feira, 17 de maio de 2016

AS CINCO LEIS DE OURO - A SEGUNDA LEI

“O ouro trabalha diligente e satisfatoriamente para o homem prudente que, possuindo-o, encontra para ele um emprego lucrativo, multiplicando-o como os flocos de algodão no campo.”

"O ouro realmente é um trabalhador bem-disposto. Está sempre ávido por multiplicar-se quando a ocasião se apresenta. Para o homem que conserva separadamente uma determinada quantidade de ouro, sempre surgem oportunidades para um empreendimento lucrativo. À medida que os anos passam, ele se multiplica das maneiras mais surpreendentes."


Mais uma lei de ouro que se formos contextualizar aos dias atuais, veremos que nada mais é do que prudência,tempo e juros compostos. Nosso dinheiro trabalha fielmente quando sabemos o que queremos, dimensionamos os riscos e contamos com a mágica dos juros compostos para multiplicar o mesmo como “flocos de algodão no campo”.

            Acompanho o blog de vários confrades e apesar de não ser um “comentador” assíduo, sei um pouco da história de cada um e a luta quem vem empreendendo com relação a IF. Como leitor desses blogs, percebi que a grande maioria ainda não chegou nem na meia idade. Existem pessoas que já estão com família e filhos, estão mais acertados quanto ao quesito renda e patrimônio e outros que apenas estão começando a vida como eu. Quem acompanha o blog sabe que inicie a vida financeira tarde. Como todo bom brasileiro, não tive ensinamentos financeiros em casa e simplesmente fui criado sem dar o devido valor ao dinheiro. Sem problemas, a luz é questão apenas de escolha.

De todas as maneiras, percebo que por sermos relativamente novos, as altas taxas de juros brasileiras e o tempo conspiram ao nosso favor. O problema é que ser diligente em um país que a o pião do Baú gira as vezes tão rápido e por vezes até o contrário não é tarefa simples.  Contudo creio que com bastante inteligência, principalmente a emocional e financeira, poderemos ser cuidadosos e perseverantes ao longo do tempo.

O dinheiro realmente é um trabalhador bem disposto, mas o conhecimento é incansável. Devemos a cada dia plantar as sementes para que no futuro venhamos a colher os saborosos frutos da conquista.


Quando falo de inteligência emocional, é mais ou menos assim que temos que lidar com as análises muito loucas e por vezes mau caráter de analistas surtados do tipo manada...



Aiaiaiaiai meu deus a bolsa caiu... Aiaiaiaiai, enquanto isso o Tesouro Direto está bombando... Agora o FII está uma maravilha...porcaria... 

Brincadeiras a parte, tem que ter muita paciência com os ditos analistas de mercado mandando você vender tudo a tempo todo...


7 comentários:

  1. Gosto bastante dessa lei. Acho que é nessa parte do livro que a mulher pede conselhos sobre emprestar dinheiro ou não para o cunhado que não tinha experiência no negócio que iria investir... Quer dizer todos os dias escolhemos a maneira como investimos nosso dinheiro, seja em um sorvete, um produto financeiro ou em nós mesmos. No fim o que conta é deixar seu dinheiro o máximo de tempo em bons investimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente CF, no fim o que conta é deixar o dinheiro bem aplicado.

      "— Meu amigo — comentou Mathon —, esse é um belo assunto para uma discussão. O ouro traz para o seu possuidor responsabilidade e uma nova maneira de agir com os companheiros. Traz o medo de perdê-lo e até de ser enganado. Traz uma sensação de poder e disponibilidade para praticar o bem. Pode ainda fazer com que suas melhores intenções lhe arranjem belas dificuldades."

      Excluir
  2. Emprestar é muito complicado. Hoje mesmo uma colega de trabalho que nunca falou comigo veio pedir 300 emprestados, ofereceu o cartão e a senha, mas já sou escaldado e recusei. Dei uma alternativa, pde-se a colega que me indicou que é muito minha amiga, para botar o braço na seringa por ela. Resultado, nem vi mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que para nós a melhor maneira realmente é a discrição. Eu sempre lia nos blogs dos confrades e nunca havia entendido o motivo. Mas passei por situações interessantes nos últimos meses. Vou listar por exemplo:
      1. Colega do trabalho que no almoço acompanha e comenta sobre IBOV;
      2. Colega do trabalho que ao ver/saber que procuro algo de finanças, veio pedir conselhos financeiros;
      3. Conhecido que veio pedir dinheiro emprestado. Obviamente não emprestei. Emprestar dinheiro é uma das últimas situações que cogito. Sempre que emprestei PERDI. É foda. Você cobra e ficam de cara feia. Uma merda....
      4. Mal olhado. Sei que é meio escroto falar disso, mas essa porcaria existe. O cara te seca de uma maneira que até desanima. Enfim, algo meio sem explicação, mas acredito nas boas e más energias então não quero ser alvo de "energias negativas".

      Em todos os modos é melhor ficar na nossa... kkk

      Quem empresta dinheiro é banco. Diferente do livro que era uma realidade normal à época.

      Excluir
  3. Nunca ouviu falar daquele fazendeiro de Nínive que podia entender a linguagem dos animais? Acho que não, pois não é realmente o tipo de história que os homens gostam de contar a uma pessoa ocupada com a fundição de bronze. Mas quero contá-la a você para que saiba que pedir emprestado e emprestar significa muito mais do que o simples fato de o ouro passar das mãos de uma pessoa para as mãos de outra.

    Esse fazendeiro, que podia entender a conversa que os animais mantinham entre si, demorava-se toda noite no quintal da fazenda justamente para ouvir o que eles diziam.
    Uma noite, ele ouviu o cavalo queixando-se ao asno dos rigores de sua sorte:
    'Trabalho puxando o arado da manhã à noite. Por mais quente que esteja o dia, por mais cansadas que se sintam minhas pernas, por mais que o laço esfole meu pescoço, sou obrigado a dar conta do recado. Você, entretanto, é uma criatura que tem suas horas de descanso. Você é forrado com mantas multicores e não tem mais que carregar nosso amo aos lugares aonde ele deseja ir. Quando o homem não sai, você fica descansando e comendo a grama verde durante todo o dia.

    O asno, apesar de seus famosos coices, era um bom companheiro e simpatizava com o cavalo. Meu bom amigo, replicou ele, você realmente trabalha muito pesado, e eu gostaria de ajudá-lo. Por isso direi como pode fazer para ter um dia de descanso. Pela manhã, quando o escravo vier para amarrá-lo ao arado, deite-se no chão e solte os maiores gemidos que puder, para que ele diga que você se encontra doente e não tem condições de trabalhar.

    Assim fez o cavalo, e no outro dia o escravo saiu à cata do amo para comunicar-lhe que o cavalo estava doente e não podia ser amarrado ao arado. Então, disse o fazendeiro, 'use o asno para fazer o serviço.' Durante o dia inteiro, o asno, que só tinha querido ajudar um companheiro, viu-se compelido a dar conta da tarefa do outro. À noite, depois de desamarrado do arado, seu coração estava amargo, as pernas em frangalhos, o pescoço todo esfolado.

    "O fazendeiro tinha permanecido no terreiro para escutar.

    "O cavalo iniciou a conversa. 'Você é um bom amigo. Devido ao seu sábio conselho, pude descansar durante todo o dia. 'Enquanto eu', reclamou o asno, 'sou como toda essa gente de bom coração que começa por ajudar um amigo e acaba sendo obrigado a fazer as tarefas dele. A partir de agora, você deve puxar como sempre o arado, pois ouvi o amo ordenar ao escravo que o leve para o açougueiro se você ficar doente de novo. Tomara que ele o faça mesmo, pois você é um companheiro preguiçoso.' A partir de então não se falaram mais, aquele episódio tendo acabado com a amizade dos dois.

    Moral da história, cada um que carregue seu fardo. kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Amigo obrigado por me seguir no blogroll. Incluí seu link no meu também!
    Vc tem perfil para o ranking de investidores pobretões divisão de base que estou criando, abaixo de 20 mil. Para a gente se motivar. Quer participar?
    As regras são as mesmas do blog do Pobretão: atualizar todo mês, informa somente coisas básicas: idade, mercado em que trabalha (empresário, privado ou público) e relacionamento (solteiro, casado ou divorciado).

    Valeu. Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos juntos ! Quando saí o ranking ???

      Idade : 25 a 29 anos
      Mercado : Empresa privada
      Relacionamento: Casado

      Excluir