quinta-feira, 19 de maio de 2016

AS CINCO LEIS DE OURO - A QUARTA LEI

“O ouro foge do homem que o emprega em negócios ou propósitos com os quais não está familiarizado ou que não contam com a aprovação daqueles que sabem poupá-lo.”

"O homem que tem moedas de ouro, mas não é hábil em seu manuseio, depara-se muitas vezes com situações aparentemente lucrativas. São amiúde prenhes de perigo de perda e, quando bem examinadas por homens sábios, revelam pequena possibilidade de lucro. Por isso, o inexperiente que possui ouro confia em seu próprio juízo e investe seu capital em negócios ou propósitos com os quais não se acha familiarizado, comete muitos erros e paga com seu tesouro pela falta de tarimba. Sábio, aliás, é aquele que investe o seu dinheiro de acordo com o conselho dos homens acostumados a lidar com finanças."

            Discordo em partes com essa lei pelo fato de discutirmos tanto ao longo dos três últimos posts sobre a forma que as notícias e as análises estão sendo divulgadas. 
É evidente que não me fechei em um mundo individualista, onde só eu sei de tudo e só minhas análises estão certas, até pelo fato de não possuir tirocínio suficiente para ser “autossuficiente”. Uma das maiores contribuições que percebo em nossa comuna é fato de todos sermos bem solidários e expressarmos sem constrangimento nossa opinião.

            Sempre que entro em um novo blog de nossos confrades e tenho tempo, tento ler os primeiros post e aprecio a evolução ao longo do tempo. Certa vez demorei uns dois dias só lendo post a post. Independente do tempo que passou, ou a quantidade de post’s, reparei que para aqueles que persistem, e aplicam com sabedoria a gerencia do seu “tesouro” o tempo é generoso. Até aqueles que não acumularam grandes patrimônios se portam de maneira diferenciada da grande maioria. O primeiro passo para independência financeira é a libertação da mentalidade escrava. Não adianta ganhar na mega-sena e achar que é rico. Se não souber manusear o montante e confiar no conselho de qualquer um,  o dinheiro acaba e acaba muito rápido. É a velha máxima, quanto mais alto, maior a queda. Realmente tem que ter experiência.

            Os posts estão menores, pois geralmente escrevo na hora do almoço e quase não tenho tempo de revisa-los. E  essa “maratona” de escrever todo dia é algo novo. Agradeço a todos a troca de experiência e opinião. Amanhã será a última lei de ouro. Forte abraço a todos! 


Piadinha rápida...


"ISSO, ISSO... COMPRA TUDO DE OGXP3, VAI DE ALL-IN QUE VAI DECOLAR AGORA..."

12 comentários:

  1. "Entreguei-a a Azmur, o oleiro, que me disse estar viajando pelos mares distantes e que em Tiro compraria para mim jóias valiosíssimas, só encontradas na Fenícia. Quando voltar, poderemos vendê- las a preço bem mais alto e dividiremos os lucros.

    Bem, os loucos precisam mesmo aprender, rosnou ele, mas por que confiar nos conhecimentos de um oleiro sobre jóias? Você procuraria o padeiro para colher informações sobre as estrelas? Não, por minha túnica, iria até um astrólogo, se pelo menos tivesse cabeça para pensar. Suas economias se foram, meu jovem, você arrancou sua árvore da riqueza pelas raízes. Contudo,plante outra. Tente novamente. E da próxima vez em que precisar de conselhos sobre jóias, corra até um ourives. Se quiser conhecer a fundo as ovelhas, procure o pastor que cuida delas. Conselho é uma coisa que se dá de graça, mas deve guardar consigo apenas o que lhe parece valioso. Aquele que aceita conselhos sobre suas economias junto a pessoas inexperientes em tais matérias pagará com essas mesmas economias para provar a falsidade da opinião dos outros.' Dizendo isso, Algamish partiu.

    E aconteceu realmente como ele tinha previsto. Pois os fenícios são salafrários e venderam a Azmur pedaços de vidro sem valor que pareciam pedras preciosas."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Post e texto excelente!
      Muito bom mesmo Rato!

      É verdade o que dissera sobre nossa blogosfera. Aqui nos libertamos. Quebramos um paradigma por vez. Aceitamos a voz do outro para concordar ou discordar, e crescemos juntos. Em maior ou menor proporção, mas quase sempre em direção positiva. Aprendemos a ouvir bons conselhos e a progredir com o erro dos outros. Sem isso, a blogosfera não foi, seria ou será o que é. Por outro lado, aqueles continuamos vendo a população geral seguindo os passos dos endeusados familiares.

      Bons ganhos e um grande abraçoo!

      Excluir
  2. Se tiver doido que esteja disposto a negociar 100 mil papéis da OGXP3 diariamente, dá para tirar um salário bom no mês. Só custa 6k de "investimento" (se estiver a R$ 0,07) variando apenas 1 centavo, dá pra tirar 1k em uma operação(não contando com impostos e taxas). hahahha

    Trocar experiências é sempre bom para conseguir ideias novas e frescas. Nesses dias conversando com meu irmão, ele me deu uma luz para algo que eu via como um beco sem saída, foi impressionante como ele me trouxe a solução em poucos segundos. E olha que foi em uma conversa informal.

    As vezes ficamos cegos por nossos próprios pensamentos e crenças. É preciso quebrar várias delas e escutar a opinião de todos para criarmos algo novo maior e melhor do que aquilo que acreditávamos estar correto.

    Abraços!!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho a convicção que os pobres são fodidos porque vão do trabalho pra casa, e no final de semana ao bar. Não falamos com pessoas, não saímos de casa e da rotina, e é isso o que nos limita tanto. O cara que tem um pouco mais de grana e atitude de rico, está mais exposto a insights como esse que você recebeu do seu irmão para resolver problemas e dilemas pessoais.

      Excluir
    2. Passei o dia inteiro pensando nessa ação da OGX e os centavos. kkkk PS me quebrou. kkkkkkkkkkkkkkk Mas não arriscaria tanto esforço nesse tipo de operação.

      Excluir
    3. Pessoal, fujam destes micos como OGX, pois para alguem ganhar, nestes casos alguem precisa perder.

      OGX chegou a 3 centavos, voce comprava a 4.

      Quem arriscou perder tudo, comprou a 4 centavos, foi a 12 centavos, mas, voltou a 6,7 centavos de novo.

      Eu acompanhava muitos foruns e ja vi muita gente que perdeu muito dinheiro nas X, e outros micros que permanecem na bolsa.

      Investir em boas empresas, especular so nos leva a falencia.

      Abraco

      Excluir
    4. Para falar a verdade não sei como essas ações não são retiradas do roll de opções.

      Excluir
  3. Aqui na blogsfera o anonimato é até bom para a interação entre os participantes. Minha esposa comentou que fica feliz ao ler comentários de tanta gente torcendo par ao sucesso dos outros, e diferente da "vida real", não tem aquela coisa de "as pessoas querem te ver bem, mas não tão bem quanto elas". Aqui somos todos camaradas (temos os mesmos objetivos) portanto ficamos felizes ao ver alguém crescer pessoal e financeiramente.

    ResponderExcluir
  4. Acredito que esse é o melhor ganho de nossa comunidade. O aprendizado e a troca de experiência isentos dos vínculos tradicionais trazem mais benefícios do que malefícios (não vejo). A começar que ninguém vai me pedir dinheiro emprestado aqui no blog. Diferente de um parente chato que ao ver você falando em bolsa, tesouro, poupar e etc, vai querer dar uma de malandro e sempre que ocorrer uma situação de "emergência" irá fazê-lo de rede de segurança/proteção.



    Realmente fico feliz com o crescimento de cada um. Quando chego ao fim do mês fico ansiando pelos fechamentos para poder ver como nossos confrades estão indo. O engraçado que nessa data, onde estamos contabilizando nossos lucros e perdas, a grande roda dos ratos está se lamentando por chegar a outro mês duro e sem perspectiva.



    “RI, então você chega ao final do mês com a carteira cheia?”
    Para falar a verdade não! Meu dinheiro hoje está sempre trabalhando. Ou está rendendo em aplicação ou está investido em algo útil. Ao final do mês somente confiro se tudo saiu como eu queria e o que tem que acertar para os próximos. Não sou Silvio Santos que tira dinheiro do paletó, mas não fico chorando pelos cantos que estou sem grana dia x ou dia y. Simplesmente se chegar dia 31 e não tiver com “grana”, é por que dei um fim útil a ele e agora vou curtir minha despensa cheia e olhar meu bolo crescendo.



    Situação engraçada: Com a nova fase do meu atual trabalho, percebi algumas mudanças interessantes. Aqueles que nunca eram lembrados estão sendo o alicerce da nova gestão. Vale lembrar que praticamente todos se foram (e eu também estou indo), sobrando meia dúzia de gatos pingados que são um pouco menos “talentosos” que irão carregar o piano nas costas. Já prometeram até promoção para a galera do “segundo escalão”, mas isso não importa o que importa é ver como a grande maioria pensa. Outro dia estou escutando minha colega sequela chimpa falando: “Com esse aumento eu e fulano (marido) vamos comprar um Corolla”.... Já vi e tudo, lá na feira de Caxias, seminovo, parcelado...” Olha como é gozado, ela ganha 1600 e vai começar a ganhar uns 2300 e vai comprometer a renda em 900 reais no médio prazo por um carro seminovo. E o aumento/promoção ?



    Estou há muito tempo querendo escrever um post sobre contágio social. Acho particularmente um tema muito interessante. Vi na prática como isso existe nas experiências profissionais que vivi. Quando o local é ruim ou tem alguém desmotivando os outros colegas, até o mais forte dos profissionais uma hora desaba. É trabalho de persuasão, de formiguinha, mas consegue. Da mesma maneira podemos utilizar isso ao nosso favor, aí vem a nossa rede. Se eu quero ser rico ou independente, eu preciso pensar como rico e agir como tal. Não adianta eu ter pensamento de pobre e querer ser rico, é o mesmo do que acertar na loteria e 5 anos depois está na penumbra do utilitarismo.


    ResponderExcluir
  5. RI,

    Estou tendo que tomar mais cuidado ao ler e escrever posts do trabalho, pois alguns colegas invejosos reparei que passam e sempre olham meus monitores, entao serei mais precavido.

    Minha localizacao na sala onde trabalho e pessima, nao e no canto e facilita quem passar poder olhar.

    Tome este cuidado tambem.

    Abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VDC, temos que tomar cuidado com as pessoas ao lado, principalmente no trabalho. Aprendi da pior forma.

      Nesse trabalho que estou atualmente, principalmente pelo fato da minha boca grande lá no início de 2015, quando me motivei para fazer algo relativo a finanças, vejo algumas pessoas curiosas e até com certo olhar de inveja. Como seu eu fosse milionário e não estivesse no mesmo barco furado. Pelo menos ACHO que ninguém sabe do blog. Sabem que tenho um, mas não sabem qual é.

      Tenho uma condição privilegiada perante aos outros, mas é algo que tiveram (pai/mãe) que lutar muito para conseguir. E como você pode ver meu PL não é grande e tão pouco de rico, esotu apenas começando. Porém na cabeça da galera nós somos os milionários e fingem torcer por nós, mas caso venhamos a nos ferrar, bem que eles irão rir um pouco de nossa desgraça.

      Ter planejamento futuro no Brasil e falar é quase um crime. Já vi isso em entrevistas de emprego e conversando em casa com minha esposa chegamos ao mesmo raciocínio. Até os entrevistadores encaram de forma negativa você ter planejamento futuro. Parece que querem que você fique eternamente girando a grande roda da fortuna.

      Estou pensando seriamente em não acessar mais o blog no próximo trabalho ou então pelo menos não comentar nada com ninguém, já que estarei recomeçando. Já passei da fase catequizador das finanças e não gosto dos pedidos de dinheiro (mesmo que educados) e piadinhas de chefe tetola, do tipo, “ele é o homem do dinheiro bla bla bla”.... A minha válvula de escape está sendo a blogosfera onde posso ler e comentar algo do tipo.

      Tem uma frase que é usada no meio artístico que é "Fazer sucesso no Brasil é quase um crime...". Tudo bem não somos artistas, mas o sucesso pode ser alcançado de várias maneiras e no nosso caso com o conhecimento e talvez se o tempo e nossa sabedoria permitir com a riqueza dos homens.

      Excluir
  6. Como diz Warren Buffett, invista em boas empresas, empresas boas que dão lucro tendem a continuar dando lucro. Deu prejuízo estou fora. Ganhar dinheiro com as oscilações do mercado não é minha praia. Sou investidor e não especulador.

    ResponderExcluir