domingo, 24 de abril de 2016

A FRUSTRAÇÃO SE TRANSFORMA EM MOTOR DE AÇÃO

A duas semanas atrás resolvi expor um momento difícil da minha vida profissional. Esse desabafo só me deu noção que toda empresa no bostíl é igual. Deve ser mais uma herança chimpa portuguesa mesclada com africana que nós herdamos de nosso pais e avós. O que fazer então nessas horas de total desespero ? Mudar !

Para quem não leu ou então simplesmente caiu aqui por uma força desconhecida e inexplicável, estou em um momento péssimo profissionalmente, onde cheguei ao topo da operação e não tenho mais perspectiva de crescimento profissional onde trabalho. Poderia até ficar ganhando minhas estalecas, como um encosto ou então uma persona non grata.
Mas para mim isso não é o suficiente. Detesto olhar para alguns colegas de trabalho e ver a vida alheia afundada em um mar de lama e um peso colossal nas costas. Não sei a história das pessoas a fundo, mas acredito que grande parte dos problemas  se deve ao fato de ter feito escolhas erradas no inicio da vida profissional/pessoal e hoje trabalham em quase regime de servidão, aceitando tudo o que é imposto pelos chefes de voz fina, emasculado, tetinha, pobre emergente de merda. Para os chefes de merda, aqui fica meu grande vai tomar no meio do CÚ ! Vocês merecem essa bosta.
Quem me acompanha não é novidade que eu sou administrador de empresas e gosto de fazer planilhas em Excel colocando em prática o que aprendi na cadeira da faculdade. Gosto de desenhar cenários e fazer planos, mesmo que mirabolantes. Esses planos me dão folego para continuar a jornada nessa terra de chimpas.

Foi nessa brincadeira que resolvi traçar no mínimo 3 tipos de cenários baseado no momento atual para tomada de ação. Depois de definir os cenários, defini situações que poderiam ser potenciais saídas. Para cada cenário existe pelo menos dois caminhos a seguir. O mais impressionante, é que me encontro em um momento na vida que quase tudo me leva a pensar em empreender. A vontade é tão grande que estou sonhando com as possibilidades e as vezes me vejo já na operação do negócio. 
Dentro de tudo isso, resolvi dar um grande passo. Coloquei meu cargo a disposição da empresa. Isso mesmo, to caindo fora. Como já tenho 4 anos de empresa, não vou deixar barato e sair de por conta própria e ficar coçando o saco. Estou tentando aproveitar uma janela excelente de oportunidade onde o departamento está sendo renovado e como citei mais acima, sou persona no grata. Tenho grandes possibilidades de levar um pé na bunda e mudar o rumo dessa prosa.

Se tudo der certo e minhas expectativas mais conservadoras se realizarem, no começo do ano que vem estarei colocando em prática meu plano de negócios. Não entrarei em detalhes ainda, mas assim que começar os aportes pesados para isso todos verão e aos poucos irei relatar a nova fase da vida.

Mas Rato, se não ocorrer do jeito que você espera ? Simples, terei reserva para no mínimo 2 anos, isso considerando minha rescisão. E no pior dos cenários, voltar a trabalhar com o que já faço e apena adio os planos um pouco. Esta aí a necessidade constante de planejar e conferir se os planos estão dando certos. E mais importante não ser idiota inflexível ao ponto de achar que somente uma estratégia vai dar certo. A final, como disse, poderia ficar trabalhando nessa empresa por muito tempo ainda, fazendo meu trabalhinho e "ganhando" o jogo. Mas eu quero é mais.

O que é frustração:

Frustração é um sentimento, uma emoção que ocorre quando algo que era esperado não ocorreu. É uma sensação de incapacidade diante de desgostos sofridos, diante de obstáculos difíceis de ultrapassar e que impedem chegar onde se deseja. A frustração ocorre quando identificamos um erro entre aquilo que planejamos alcançar e o que realmente aconteceu.

Quando a expectativa é frustrada pode muitas vezes despertar uma vontade de mudança e se transformar em impulso para novas ações.



Estimo que em breve estarei escrevendo aqui nesse blog uma nova etapa da minha vida. E é claro brigando pela minha independeria financeira, a final de contas, eu também quero ser milionário.

4 comentários:

  1. Boa sorte para você amigo!

    Vender tempo é a pior coisa que podemos fazer para enriquecer. A única forma viável é o empreendedorismo. Mesmo que tenhamos nesse chiqueiro mil e uma dificuldades, temos que ignorá-las e tocar nosso plano de independência financeira nem que seja na ilegalidade.

    Não deixe que a programação metal esquerdista te sabote. Ganhar dinheiro não é pecado e sim, você é melhor que os outros. E são os melhores que carregam o resto nas costas, percebem as necessidades dos outros e que transforma o mundo em um lugar melhor.


    Abraços e sucesso financeiro!!

    ResponderExcluir
  2. É meu caro vou precisar !!

    O problema todo é vender tempo a um preço barato. Em meio a todo caos político e financeiro acredito que se bem planejado teremos chances reais de sucesso.

    To aguardando aqui a definição da minha vida nesse antro que deve sair entre hoje e amanhã. Dependendo das medidas que adotarem, vou definir o próximo passo.

    ResponderExcluir
  3. Olá RI,

    Durante uma fase da minha vida, eu gostava muito do meu trabalho, mas após uma mudança de gerência e de falsas promessas de promoção que nunca vieram, eu resolvi chutar o balde e arriscar também.

    Meu salário era bom, eu poderia ter me contentado em ficar ali, sem possibilidade de crescimento, fazendo o mínimo possível e me mantendo, mas decidi buscar mais.

    Enfrentei meu gerente e meu supervisor na época, e fui firme ao dizer que se, em 6 meses, não fosse promovido (como já tinha sido prometido pelo supervisor anterior que foi demitido), eu gostaria de ter a oportunidade (liberação deles) para buscar novas vagas dentro da nossa empresa, que é multinacional.

    Recebi mais promessas, e ao final dos 6 meses, bati a porta no setor que hoje é o que trabalho, TI.

    Foi uma luta, sofri por 5, 6 meses, até conseguir mudar de área, quase fui demitido (felizmente por ser um dos melhores profissionais da área o gerente não conseguiu justificar ao RH minha demissão, mesmo estando possesso de raiva e querendo me mandar embora por orgulho, por eu não querer trabalhar na área dele), e vejo que foi a melhor escolha que fiz.

    Até hoje meus colegas desta área permanecem, da mesma forma, o mesmo serviço, sem crescimento, trabalhando em regime de escravidão mesmo, como você citou: O salário é bom, então a pessoa se acomoda naquilo ali para sempre.

    Desejo sucesso na nova empreitada.

    Abraço

    VDC

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo VDC, acomponho seus relatos e é sempre bom ler que com persistência e determinação chegamos em algum ponto desejado.

      Hoje meu salário é mediano, estou recebendo como operação e desempenhando função de supervisão. Mas sem problema, meu time é muito bom.

      Fiz algo parecido na última semana, coloquei meu cargo a disposição pois a empresa está me sugando minha saúde já.

      Estou aguardando a confirmação do desligamento que deverá ocorrer nessa segunda-feira e já estou me antecipando e correndo atrás de outra oportunidade.

      Muito arriscado meu plano, mas é o preço para ter paz de espírito pelo menos por enquanto.

      Quanto aos meus colegas ? Tem cidadão que é lider de outro time, que sempre reclamou de tudo e de todos. Pois bem, passaram o doce perto da boca dele e adivinha o que ele fez ? Abriu bem o bocão.... Só que já sei como é jogo nessa empresa. Enrrolação, promessas, e muita falcatrua... Pois bem, sexta-feira eu saí 1 hora depois do fim do expediente e nosso amigo ficou lá, e ainda teve que aturar de quem ele está bajulando no momento que não tinha outro jeito, "ele deveria entregar os lotes contábeis hoje". Sensacional. Será que vai valer a pena os cem reais a mais que ele vai ganhar ? Não quero ficar para ver....

      Estou fazendo muitas entrevistas e se dentro de x meses nada vingar vou tocar o plano B e esse pelo menos parece está dando muito dinheiro para os meus amigos de longa data (nada ilegal, apenas muito trabalho).

      Mas o tempo é rei, deixa ele reinar e veremos se dará certo ou não.

      Mas uma vez agradeço a visita, tenho passado no seu blog sempre que posso, não comento pq vejo no celular e sou totalmente caipira em digitar no telefone, mas estou lá dando audiencia e estarei lá no seu "nirvana".

      Excluir