quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Filosofia YNAB (You Need a Budget)

Navegando pela blogosfera, me deparei com o Post do Blog Viver de dividendos, onde o mesmo  faz uma abordagem da aplicação (PC - MAC) que utiliza para administrar suas finanças. Sei que cada um de nós utiliza uma ferramenta específica. Uns utilizam o Excel (como eu), outros anotam tudo no caderno, alguns usam papel de pão para rascunhar e muitos utilizam aplicações desenvolvidas para facilitar a administração do FLC.

O intuito do post não é promover a aplicação, e sim a metodologia que o mesmo prega para nos auxiliar em nossa educação financeira e administração de caixa para formação de patrimônio.

Não existe independência financeira para aquele que gasta tudo que possui e não guarda um pouco para o futuro. 

Lembrem-se do sábio manuscrito “The Richest Man in Babylon” de 1926 e suas leis de ouro:

“I. O ouro vem de bom grado e numa quantidade crescente para todo homem que separa não menos de um décimo de seus ganhos, a fim de criar um fundo para o seu futuro e o de sua própria família.
III. O ouro busca a proteção do proprietário cauteloso que o investe de acordo com os conselhos de homens mais experimentados em seu manuseio.“

Recomendo a todos a leitura do livro, caso não tenham tido a oportunidade.

A filosofia YNAB é bem parecida com alguns ensinamentos do livro. Destacarei os 4 pontos citados pelo blog Viver de Dividendos:

1.       Dar a cada real um trabalho – Isso é tornar útil cada centavo que você ganha, realizando planos construtivos antes de receber os frutos do seu suor;
2.       Guarde para um dia chuvoso – Numa economia como a nossa, dias chuvosos são frequentes, então vale muito a pena guardar um pouco ou o suficiente para quando o inverno chegar. Lembre-se da fábula da cigarra e da formiga;
3.       Desvie os socos – Em alusão ao boxe,  onde o lutador move seu corpo na mesma direção do soco adversário, de modo a diminuir o golpe. O sistema YNAB reza que devemos ser flexíveis e controlar os gastos excessivos antes de passar para o próximo mês;
4.       Viva sobre o lucro do mês passado – Essa é a mais assombrosa das regras. Confesso que fiquei extasiado ao ler o que era, e com todo respeito ao copyright do blog já citado, abro aspas pois não tem melhor explicação do que a do próprio:

“... essa é a regra de ouro para o YNAB que é permitir com que você viva com a renda do mês anterior, você não vai conseguir aplicar essa regra imediatamente eu levei mais de um ano pra chegar nesse ponto, foi economizando mês a mês de forma que depois de um tempo eu consegui viver com o salário do mês anterior e as regras anteriores são fundamentais para que você chegue nesse nível.
Você deve ir guardando o dinheiro durante o mês inteiro sem precisar de tocar nesse dinheiro para pagar qualquer conta, ele fica ali na sua conta apenas se acumulando durante todo o mês. No mês seguinte você pode começar a usar essa renda que foi guardada no mês anterior e já começa a juntar novamente para o próximo mês.”

Assombrosa essa quarta regra não !? Basicamente é ter capital de giro, onde o meu salário não importará para aquele determinado mês. Magnifico ! Sem esquecer é claro dos aportes. Trabalho de formiga. Juntar de maneira a se pagar com um mês de antecedência e todo valor que entrar seja apenas para construção do próximo mês e assim por diante.

Farei a leitura do eBook do YNAB mais a fundo e aplicarei ao meu FLC junto a regra que sigo 50 – 20 – 30 %. Essa é a mais simples de todas, aprendi no coach do consultor Roberto Navarro:

50 % do que ganho é para custos fixos
20 % do que ganho é para custos variáveis
30 % do que ganho é para aplicações

Nem sempre é fácil balizar as porcentagens, sempre temos algo atípico a comprar ou pagar, mas se começarmos pela regra mais básica de controle econômico já daremos um passo enorme rumo a IF.

Em tempo e menos importante, utilizo para controle de caixa, um fluxo de caixa em Excel, simples que é facilmente encontrado no Google ou Sebrae. 

Como recebo dia 5 e dia 20, abri o mesmo para gerir melhor os gastos e receitas:

 

Simples, funcional e me atende muito bem. Claro que cada um tem que encontrar seu próprio jeito de organizar, seja em papel, Excel, YNAB, de cabeça, etc.


8 comentários:

  1. Também sou um adepto do YNAB e já o utilizo tem alguns anos.
    Ele é muito bom para rastrear todos os gastos mensais, para fazer um orçamento para os meses futuros e para ter uma idéia do seu patrimônio mês a mês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá VV, na verdade não utilizo o sistema. Estou apenas tentando por em prática as regras. Mas realmente é algo espantoso. Vale a pena ler e entender um pouco mais.
      Forte abraço.

      Excluir
  2. Parabéns pelo blog, muito bom trabalho. Iniciei em 2012 meus primeiros contatos com o Tesouro Direto, mas não prossegui. Agora pretendo retormar e suas informações serão importantes. Agradeço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. Procurei indexar à inflação. Mas lembre-se a chave do sucesso é gaste menos do que ganhe.

      abraço !

      Excluir
  3. Boas Rato,

    Parabéns pelo estudo. Ótimo post

    :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IM, fiquei espantado com a quarta regra. Quero colocar em prática o mais rápido possível. Colchão de segurança orçado hoje em uns 30k, mais um mês de capital de giro ? Isso é padrão Euro de viver.

      Forte abraço !!

      Excluir
  4. Respostas
    1. Obrigado. Andei olhando seu blog. Belo título kkkkkk
      Vou favoritar.

      Forte abraço !!

      Excluir