terça-feira, 7 de junho de 2016

SEU PROBLEMA FINANCEIRO NÃO TEM NADA HAVER COM DINHEIRO

Para nós vagantes da blogosfera de finanças, esse tema não é de certa forma nenhuma novidade. Sabemos e aplicamos o poder do conhecimento x ter dinheiro.

        Todo mundo está careca de saber que fui criado em um lar “saudável” aos bons costumes da família padrão brasileira e mesmo meus pais se esforçando muito, estudando muito, tendo 2 empregos e apertando os cintos sempre em tudo que pode, não tiveram sucesso financeiro quanto desejavam. Certa vez ouvi um tio por parte de pai dizer, “seu pai era pra ser rico, mas infelizmente é uma Ferrari desgovernada”... De certa forma isso ficou na minha cabeça e parei para analisar friamente toda trajetória dos meus velhos. Essa analise culminou nas crenças em relação ao dinheiro que sigo hoje.

       BREVE RELATO:

Abordarei mais meu velho “o estudado” e não minha mãe "a nordestina que não teve tanta oportunidade", mas que modéstia parte fazia dinheiro como um banqueiro alemão. Sejamos sinceros, quantas pessoas nós conhecemos que são ditas estudadas e passam por milhares de problemas financeiros, vidas desreguladas, relacionamentos fracassados e empréstimos mais empréstimos bancários? Talvez com todos esses atributos não devam existir muitos não é ? Ledo engano. Digo a vocês que existem e existem muitas, a começar pelo meu velho. Desde pequeno observo as manias do coroa, comprar livros e mais livros (aos quais nunca tirou do pacote, apenas colocou na estante), assinar jornais e mais jornais (e não ler nem a capa), fazer cursos e mais cursos e faculdades e mais faculdades (e não exercer nenhuma das atividades correlatas).
É interessante que mesmo como essa megalomania estudantil, se abordar de forma negativa essas situações com ele, o mesmo se sente muito ofendido e já parte para “agressão”.
É gozado ver que de certa forma essa obsessão em ser um “pseudo culto” o tornou um cara “inútil” aos olhos das empresas. E tão pouco o conhecimento que ele tanto buscou está sendo transmitido ou utilizado. Simplesmente pereceu. Vale notar que não sou contra ao acumulo de cultura, ao contrario, estou sempre buscando elevar meu conhecimento e quebrar novas barreiras. Mas dificilmente eu faria uma terceira faculdade pelo fato do vizinho ter comentando ou ter entrado em uma (porra, tu mal fala com o cara…).
E a parte financeira? Simplesmente deixou a vida toda de lado…. Sufoco para pagar a casa, sufoco para viver ao fim do mês, e nem se quer um colchão de segurança e muito menos uma renda passiva. Vale informar que o velho é funcionário público desde a década de 80…. Lembro-me de uma época que todo dia ele colocava no viva voz do telefone a consulta do saldo negativo de sua conta. Era época que os brasileiros mais fizeram dinheiro...

ESTUDO DO CASO:

Utilizando o case acima, vale dizer que se não a maioria, 90% da população brasileira de certa forma se parece com meu pai. Mas todo lado ruim tem um lado bom, existe outras pessoas que com menos instrução, com mais otimismo e aplicando as doses certas à suas vidas financeiras, conseguem prosperar e atingir a IF e ultrapassam e muito aquelas que são mais preparadas e educadas. Mas por que isso acontece??

Esses resultados tão discrepantes se devem ao fato das pessoas desconhecerem os aspectos mais profundos a cerca de dinheiro, riqueza. Desde pequenos nós somos instruídos que precisamos ser o melhor profissional, o mais instruído se possível passar em um concurso público, e estudar tudo sobre o assunto e aí sim, garanti o sucesso. Infelizmente essa velha máxima não funciona mais. Não é mais a nossa verdade atual.

Apesar de controverso, isso é bem simples, os problemas financeiros não decorrem de falta informação no seu trabalho. Ou da quantidade de diploma que você tem na parede. Decorre dos seus problemas de programação mental a cerca do dinheiro, das suas crenças sobre dinheiro, sobre finanças, sobre prosperidade, SOBRE VOCÊ MESMO. Essa é principal questão.

Crença é o estado psicológico em que um indivíduo detém uma proposição ou premissa para a verdade, ou ainda, uma opinião formada ou convicção”

De certa forma ter um blog sobre minha vida financeira que acaba por transmitir ao leitor como é meu comportamento, me traz muita alegria e satisfação. Estar em um grupo onde as pessoas focam a prosperidade e independência financeira, me enche de motivação que antes estava faltando na minha programação mental ou crença para à prosperidade financeira. Se você quer emagrecer, certamente você não procurará uma turma de cozinheiros de guloseimas e sim uma turma ou pessoas que foquem no objetivo de ter uma vida saudável (CONTÁGIO SOCIAL).

SE SUAS CRENÇAS NÃO FOREM POSITIVAS EM RELAÇÃO A DINHEIRO, EM RELAÇÃO A VOCÊ, EM RELAÇÃO AO QUE VOCÊ É CAPAZ, POUCO VAI AJUDAR A SUA PÓS-GRADUAÇÃO, OU SEU MBA, OU SUA CENTENA DE LIVROS ARMAZENADOS NO QUARTINHO DOS FUNDOS.

As crenças são autorrealizáveis, são soberanas, AS CRENÇAS MANDAM NA LÓGICA E NA RAZÃO. Você não faz o que você quer, você faz o que sua programação mental manda você fazer. De certa forma fica o alerta para os negativistas ou pessimistas. Nunca comecem algo visando o erro/fracasso. Visualizem que já conseguiram, agarrando o objetivo e toda vez que sentirem medo, voltem nesse post e leiam que não é e nunca foi fácil, mas se você acredita tudo é possível.

Nenhuma questão financeira tem de fato haver com dinheiro, é apenas uma manifestação de sua relação primeiramente consigo mesmo, de identidade e crenças a cerca da vida. Riqueza não é aparência, infelizmente isso é muito difundido no Brasil, chega ser triste... Olhem os Judeus, a relação deles com o dinheiro e a prosperidade é quase dogmática, não se discuti é isso e ponto. 

PERGUNTE A SI MESMO:


  • Eu sou próspero ou não sou próspero?
  • Eu sou bem sucedido ou sou mal sucedido?
  • Eu sou uma pessoa valorosa ou não sou uma pessoa valorosa?
  • Eu sou otimista ou sou pessimista?

REPROGRAMAÇÃO MENTAL, não é apenas da boca pra fora, tem que forma identidade, acreditar de fato que você pode e que mudar é questão de escolha.



Enquanto a maioria dos brasileiros agirem como vítimas, seja da sociedade ou de um governo obeso mórbido, simplesmente teremos gerações e gerações de pessoas preocupadas com a crise e pobres, extremamente pobres. Serão modulados ao assistir TV, com o William Bonner falando do caso da menina esfaqueada por 40 na cidade de Sto Agostinho do cai nove…. Sto Agostinho que me perdoe pela manchete tosca...



MUDAR É QUESTÃO DE ESCOLHA.


Forte abraço a todos e muito sucesso.



Parte do texto foi elaborado em alusão ao Coach do Sr. Paulo Vieira, Presidente da Frebracis. Obrigado Paulo.

24 comentários:

  1. Não estabelecer metas é o mesmo que pensar e focar no passado e se deter nos problemas. As pessoas passam a vida se remoendo pelo fato de não possuírem metas importantes o suficiente para elas olharem para frente.

    Quem estabelece metas e objetivos importantes NÃO PERDE TEMPO, pois elas sabem onde querem chegar.

    ResponderExcluir
  2. Cada uma tem a vida que merece. As nossas vidas são regidas pela qualidade de nossas ações.

    ResponderExcluir
  3. Concordo rato. Meus pais fazem parte dos 90% que você citou, e eu fui muito pressionado a ser igual a maior parte da minha vida. Lembro de sentir raiva quando li PRPP e vi que essa era a doutrina dos pobres. Como o livro e seu excelente artigo tratam, sucesso tem a ver com atitude, não dinheiro.

    ResponderExcluir
  4. Obrigado pelo elogio CF. O maior problema do ser humano é ter sonhos e agir que nem "doidos" com o perdão da palavra. O doido geralmente tem sonhos relampejantes e a todo instante muda o rumo da vida querendo alcançar um sonho mais mirabolante do que o outro.

    Para maioria das pessoas o que falta é FOCO. Sem foco você começa e não termina nada, ou se termina, termina fora do prazo e de uma maneira mal feita.

    Meus pais infelizmente não tiveram foco e como eu citei acima o exemplo do meu velho, ele perdeu totalmente o foco da vida. Fez de tudo para alcançar os sonhos mais mirabolantes e está chegando no final da vida sem chegar no topo da montanha. Ainda tempo, mas resta ele RECONHECER o erro, visualizar o que definitivamente quer e tentar de novo. Isso se aplica também a nós. Se eu não cheguei ao topo do Everest hoje, tenho amanhã, se eu fracassar, tento de novo, e de novo, de novo. Claro que sempre tentarei de novas formas.

    Acho a parte mais triste, foi que como disse, a maioria de nossos pais, acabam por transferir a missão para os filhos ao invés de tentar e ser feliz também.

    O dinheiro é apenas consequência de quem somos e ações que tomamos. Engano da maioria achar que quanto mais, eu vou atingir o "nirvana". Meu amigo se você não é feliz com o que você tem hoje, quando você tiver 30 milhões de reais, você vai está reclamando.

    ResponderExcluir
  5. P.S. Digitar no celular é péssimo. Ainda tem o corretor. kkk

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Engraçado como meu pai é muquirana como um judeu, mas benevolente com os desconhecidos como um frade franciscano.
    Passa fome para juntar centavos, mas adora jogar fora fazendo empréstimos que não serão pagos, comprando carros para revender que só dão prejuízo. "Vendendo" coisas fiado e outros negócios idiotas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É meu caro PS, o meu também não é o melhor dos exemplos. Acho que se eu tive-se dado ouvidos a ele em todos os aspectos da vida eu tava ferrado. É uma boa pessoa de grande coração, contudo para dinheiro não tem um pingo de ambição e talento.

      Vende é que nem perder em dobro, perde a mercadoria e ainda fica iludido esperando que pague. Perdeu tempo. kkkk

      Excluir
  8. Grande RI,

    Este e o mal do ser humano: Nunca estamos plenamente satisfeitos.

    Se eu fosse seguir minha cabeca 'humana' ja teria trocado meu carro atual no minimo 2 vezes nos ultimos 3 anos, e estaria morando numa cobertura financiada.

    Em casa, lendo o relato de voces, acho que meu pai me ensinou grandes licoes: Ate hoje, ele nunca usou um cartao de credito, compra tudo a vista sempre.

    So compra o necessario, nao liga oara marcas e vive o simples.

    Lembro que quando crianca eu nao entendia isto, queria que meu pai comprasse um carro grande, caro, queria que fizesse piscina no quintal, e ate reclamava pois os pais dos meus colegas viajavam sempre, compravam coisas caras e meu pai era so coisa simples, mas de coracao.

    Chego a ficar ate emocionado, meu pai e um homem de poucas palavras, mas apesar do jeito duro de tratar e um bom pai e boa pessoa, e demorei para entender o que ele quis passar, que viver simples e melhor, e pensar no futuro.

    A renda passiva dele, que aposentou, e suficiente para ele viver tranquilo, sem esquentar a cabeca com trabalho, e por isto ate incentivei ele a comprar um carro melhor, e compramos um popular intermediario, recheado de opcionais.

    Meu pai fez o simples, construiu, alugou, fez trade somente com lote que comprou, esperou e vendeu, e sempre focou na empresa dele e poupou, por isto estou firme neste mesmo caminho.

    Me sinto orgulhoso de escrever estas coisas dele, pois, o que vejo nos outros parentes proximos e totalmente o oposto, divida sobre divida, e investimentos ruins.

    O que voce disse sobre o dinheiro (se nao somos felizes agora nao seremos com mais dinheiro) eu concordo.

    Abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faalaaa VDC.

      Nós estamos constantemente insatisfeitos, mas repara bem nas pessoas que o cerca. O cara tá do seu lado, reclamando do patrão, da empresa, da esposa, do curso, do filho, mas não faz nada para mudar. Nenhum um curso rápido a galera quer fazer. Aí complica. Mudar é questão de escolha.

      Quanto ao meu pai, sinceramente não tenho tanto orgulho dele em decorrência de outras situações. Utilizei ele como case, pois ele está fora da curva da "normalidade" pobre do Brasil. Como disse ele teve uma vida toda (profissional) para conseguir tudo o que queria. Mas o raciocínio dele é fraco para dinheiro. As vezes se comporta que nem caipira, saca um bolo de dinheiro, coloca em um saco (carteira) e torra em 2 dias do fim de semana. Graça a Deus nunca me faltou nada, mas luxo nunca tive.

      De certa forma quando criança eu fica atormentado pelo fato dos colegas estarem viajando para fora (época do Dólar 1 para 1) e nós mal conseguíamos ir para Itaboraí visitar um terreno comprando com um esforço hercular. Esse tereno por sinal cresceu muito, foi sendo agregado as outros pequenos lotes dos lados, mas hoje não geram frutos e tão pouco tem uma casinha para fugir no final de semana. Faltou ao velho visão e foco. Como disse eram apenas sonhos, a todo instante sonhos que mudavam a realidade a se seguir e até agora não deram em nada.

      Gosto de analisar a vida as vezes de forma mais fria e racional, sei que em grande parte da jornada é difícil, mas é necessário. Quero aprender com os erros de meu pai e aceitar que os meus erros me ocasionaram a maioria dos meus problemas. Mas eles precisam ser motor de mudança, se não serão apenas uma parte triste do meu passado.

      Excluir
  9. Enriquecer exige trabalho e atitude mental. É uma opção de vida, uma escolha pessoal como quem escolhe uma profissão: seu futuro será alcançado por você, com as metas que vc traçou e com a dedicação que vc deu na empreitada. Falar sem agir, significa NADA.

    Quem não sabe onde vai, qualquer caminho levará a lugar nenhum! O gato de Alice no país das maravilhas. Qualquer coisa "serve".

    Planejamos nossos empregos, casamento, casa, filhos, viagens... Por que não planejar ser rico? Próspero? Por que a cultura reinante é a Corrida dos Ratos...

    Somos treinados a ser escravos do emprego, do governo, do dinheiro e das mentiras da mídia suja que nos cerca. Quem abre os olhos, quem toma a pílula e acorda para tudo isto é visto como um ET. Sou feliz sendo marciano! Além de acumular o que já tenho, tenho os mesmos hábitos de 10 anos atrás e sem ter uma vida miserável.

    Tenho um presente para me dar: um Rolex ou um Tag. Já fui na loja umas 8 vezes e nunca compro. Acho que se ainda não é hora, mas logo será. Se dar presentes faz parte de enriquecer de forma feliz. Claro, com parcimônia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande HM, Steve Jobs, no período em que adoeceu, antes de partir, escreveu muitos textos interessantes que foram divulgados na mídia, sobre suas reflexões de vida, e dentre suas citações houve uma que fez muita gente refletir. Disse Jobs: - Foco é dizer não.Esta foi uma brilhante definição sobre o conceito de foco, dentre muitas outras já vistas. Pois há realmente várias formas de definir tal palavra. É importante dizer não para muitas coisas, inclusive para amigos quando se é preciso estar alinhado e focado em suas estratégias, sejam estas pessoais ou profissionais.

      Foco é, de fato, aquilo que precisamos ter quando se tem um objetivo a cumprir. E, para tanto, é preciso abnegar de muitas coisas; é preciso estratégia para avaliar, e também para não se desvirtuar de seu objetivo com facilidade, ou melhor não perder o foco!


      Planejamento + disciplina + continuidade = FOCO


      Nós da blogosfera trouxemos para à área de finanças de uma forma diferente : APORTES + TEMPO = IF



      P.S. Belo presente, temos que almejar nossa prosperidade mas também nos agradar. Não vejo problema nisso a não ser que seus desejos exponha você e sua família a riscos diretos e indiretos.

      Excluir
  10. Belo relato RI. Acredito que os pais de todo mundo aqui foram parecidos, até mesmo pelo momento do país (se vc não gastasse dinheiro, em 4 dias já não valia mais nada).
    Mas pelo que tenho visto, uma boa parte dos jovens já está bem mais ligado em suas finanças, hoje, eu diria que cerca de 40% das pessoas com quem eu convivo possuem algum tipo de reserva financeira a ponto de que ser mandado embora do emprego não as fariam se desesperar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande TMF, sei que a política monetária do overnight pegou muita gente de calças arriadas. Mas o período ao qual me referi foi pós 94. Antes disso eu tinha menos de 6, 7 anos e não discernia tão bem.

      Realmente tenho visto bastante movimentação dos mais novos que estão ativos, em guardar um pouco para o futuro. Na verdade vejo mais após 26 anos de idade. Antes disso parece que a galera só quer beber e sair. Deve ser fase, também tive a minha.

      No mais se todo mundo fizer a sua parte quem sabe teremos um Brasil no futuro mais desenvolvido financeiramente e culturalmente.

      Excluir
  11. Rato,

    Como disse um sábio .. ninguém fica rico com o que ganha ... ficamos ricos com o que guardamos ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Rodolfo. Li em algum lugar que minha mente cansada não lembra hoje, que o homem só evoluiu quando aprendeu a poupar.

      Deve ter sido no blog do CF.

      Excluir
  12. Parabéns pelo blog!

    Estou aprendendo muito com seus posts!

    Forte abraço

    ResponderExcluir
  13. Talvez a riqueza seja muito mais um valor interior do que exterior, todos nós podemos pensar em casos de pessoas ricas materialmente e pobres em outros sentidos ou o inverso, pobres em recursos, mas com vidas felizes e prósperas.
    Provavelmente o verdadeiro rico é aquele que entendeu a preciosidade da vida e o valor das coisas simples.

    ResponderExcluir
  14. Afeto e conhecimento são coisas que se você guardar, você perde... Se você não repartir com os outros, você perde...

    ResponderExcluir
  15. Dizem que o melhor do Brasil é o brasileiro.
    Eu digo que o grande problema do Brasil são os brasileiros!
    Brasileiro que não estão nem ai pro seu próprio futuro, que não se planejam, que não conseguem organizar suas próprias finanças, que acham que tem todo direito, mas nenhum dever.
    ótimo artigo!
    Aproveitando, estou iniciando na blogosfera inspirado em vocês!
    se puder me adicionar em seu blogroll eu agradeço.
    oRiquinho - https://oriquinho.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Riquinho, seja bem vindo a blogosfera e ao meu humilde espaço (blog).


      Já nem sei mais o qual é o problema do Brasil. Confesso que já entrei até em crise por conta de nosso país. Pensei em largar tudo já uma centena de vezes e recomeçar a vida em outro lugar. Mas por enquanto nada aconteceu.

      Talvez eu tenha aceitado e estou lutando com todas as forças contra a força negativa predominante em nosso imenso país. Acredito que minha geração não irá mudar o Brasil como o sonho utópico que a maioria deseja. E como não sou imortal e não "temos todo o tempo do mundo" como diz o poeta, começo a refletir evadir da terra tupiniquim enquanto é tempo.

      Está adicionado ao meu blog list. Muito sucesso !!!

      Excluir